BONO VOX DIZ NÃO SABER SE VOLTAR A TOCAR GUITARRA

Quando 2014 se foi, a banda U2 e seu líder Bono devem ter feito uma festa dupla pelo término de um ano marcante. Para pior, diriam seus integrantes. Primeiro, foi a enxurrada de críticas do clip do lançamento do novo CD. E logo de seus compatriotas da Irlanda. Não gostaram nada da exposição de fatos da época da guerra civil no país.
Para não falar que desgraça é pouco, no final do ano, Bono ficou ferido em um acidente de bicicleta. O próprio cantor já anunciou que a recuperação não está sendo fácil. Mas a notícia que preocupou todos é que afirmou a possibilidade de nunca mais poder tocar guitarra.
No blog no site do grupo, Bono disse não poder culpar ninguém pelo impacto do acidente com bicicleta no Central Park, em Nova York. Em recuperação em sua casa em Dublin, com o humor característico, afirmou que nem os integrantes do grupo, nem a civilização estão dependendo disso.
Mesmo com a recuperação por máximo que seja, o fato é que o líder do U2 quebrou o braço em seis partes. Foi operado por especialistas onde colocaram três placas de metal e 18 parafusos para reparar a lesão. Deve ter recuperação completa. Para Bono a história de seu acidente pode ser resumido numa frase: “Muito Punk rock no que se refere as suas lesões”.

0 0 327 10 janeiro, 2015 Música, Slide janeiro 10, 2015

Sobre o autor

Dr. Stélio Leal Pessanha é médico com formação em Neurologia e Neurocirurgia e atua em consultório desde que se formou. É chefe de neurologia e neurocirurgia das cidades de Caieiras e Francisco Morato, pós-graduado em Neurologia, eletroencefalografia, eletroneuromiografia, Oto–neurologia, potencial evocado auditivo, visual e somatosensitivo. Desenvolveu e desenvolve atividades em: - clínica médica: Saúde Pública, Administração Hospitalar, Patologia Clínica, Medicina do Trabalho, Medicina do Tráfego, Didática do Ensino Superior - em comunicação: USP (Português, Inglês), Uninove (Jornalismo-Publicidade). Roteirista de rádio, teatro e TV É escritor: - “O Mestre Aprendiz de Medicina”, livro já editado que mostra a trajetória de um médico no dia a dia com pacientes no consultório, prontos-socorros e centros cirúrgicos (acesse https://www.youtube.com/watch?v=Gc0F4Z6DtUs para mais informações) - “O destino Cuspiu para o Alto”, em fase de execução, livro a respeito de membros de algumas famílias que tinham tudo para dar certo, mas trilharam o caminho do mal. Como cidadão, a rebeldia de um então jovem médico recém-formado o levou a fundar um jornal (Gazeta Regional de Caieiras e região), uma rádio (Onda FM 87.5), webTV (TV Nova Onda e está a caminho de abrir sua TV retransmissora, todos sob a égide da Associação de Mídia Comunitária, a AMIC). Todas as mídias objetivam defesa da democracia, do meio ambiente e dos direitos do que mais precisam.

Ver todos os artigos de Stelio Leal Pessanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>