Serralheiro que Teve Fusca Queimado Ganha Carros

Manifestantes entregaram neste sábado (22) um novo carro para Itamar Santos, 54 anos, dono do Fusca que pegou fogo durante um protesto contra a Copa em São Paulo no dia 25 de janeiro. O Ford Ka azul entregue ao serralheiro foi comprado com o dinheiro arrecadado em uma ‘vaquinha’ virtual, que acumulou o valor de R$ 6.753

(Fonte e Texto: http://www.conexaojornalismo.com.br/)

Itamar já havia recebido uma Brasília amarela de um empresário de Curitiba, que havia se comovido com a história do serralheiro. Ele pretende ficar com os dois carros, que usará para transportar materiais usados em seu trabalho.

Mário Lopes, um dos organizadores da campanha de arrecadação online, afirma que os manifestantes tentaram entrar em contato com o empresário.
“A intenção era apenas de alertá-lo que caso desejasse, não seria necessário se desfazer da Brasília pois o objetivo da vaquinha da internet seria concretizado de qualquer forma.”

O Ford Ka custou R$ 5,9 mil e o resto do dinheiro também foi entregue, em mãos, a Itamar. Além do dinheiro entregue pelo grupo, o serralheiro também recebeu cerca de R$ 8 mil em doações feitas por internautas em uma outra campanha organizada pelo blogueiro Eduardo Guimarães.

“Depois vou ver o que vou fazer com o dinheiro, mas sempre tem umas coisas para fazer”, afirma Itamar.

A história

Itamar dirigia pela região da Consolação quando viu outros dois carros passarem sobre barricadas em chamas colocadas pelos manifestantes. Ele resolveu seguir o mesmo caminho, mas um colchão em chamas se prendeu ao carro.

No momento do fogo, uma criança e três mulheres também estavam no carro, segundo a filha.

O carro foi um presente do irmão, recebido há cinco anos. Um bagageiro no teto servia para transportar as estruturas de ferro feitas pelo serralheiro. Um dia antes de pegar fogo, o carro tinha passado pela inspeção veicular ambiental da Controlar e foi aprovado, segundo a família.

Vandalismo

O incêndio no Fusca foi uma das consequências dos atos de vandalismo cometidos por mascarados na região central. O ato, que começou pacífico, chegou a reunir 2,5 mil pessoas.

Entretanto, 127 manifestantes foram detidos e liberados no domingo. Eles foram presos sob a suspeita de danos na região do protesto. Black blocs destruíram vidraças de agências bancárias, concessionárias e também um carro da Guarda Civil Metropolitana – GCM.

0 0 347 24 fevereiro, 2014 Brasil, Política fevereiro 24, 2014

Sobre o autor

Dr. Stélio Leal Pessanha é médico com formação em Neurologia e Neurocirurgia e atua em consultório desde que se formou. É chefe de neurologia e neurocirurgia das cidades de Caieiras e Francisco Morato, pós-graduado em Neurologia, eletroencefalografia, eletroneuromiografia, Oto–neurologia, potencial evocado auditivo, visual e somatosensitivo. Desenvolveu e desenvolve atividades em: - clínica médica: Saúde Pública, Administração Hospitalar, Patologia Clínica, Medicina do Trabalho, Medicina do Tráfego, Didática do Ensino Superior - em comunicação: USP (Português, Inglês), Uninove (Jornalismo-Publicidade). Roteirista de rádio, teatro e TV É escritor: - “O Mestre Aprendiz de Medicina”, livro já editado que mostra a trajetória de um médico no dia a dia com pacientes no consultório, prontos-socorros e centros cirúrgicos (acesse https://www.youtube.com/watch?v=Gc0F4Z6DtUs para mais informações) - “O destino Cuspiu para o Alto”, em fase de execução, livro a respeito de membros de algumas famílias que tinham tudo para dar certo, mas trilharam o caminho do mal. Como cidadão, a rebeldia de um então jovem médico recém-formado o levou a fundar um jornal (Gazeta Regional de Caieiras e região), uma rádio (Onda FM 87.5), webTV (TV Nova Onda e está a caminho de abrir sua TV retransmissora, todos sob a égide da Associação de Mídia Comunitária, a AMIC). Todas as mídias objetivam defesa da democracia, do meio ambiente e dos direitos do que mais precisam.

Ver todos os artigos de Stelio Leal Pessanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>