Hit do Verão

Não é uma nova popozuda nem mesmo garotas fazendo topless. Aliás, sobre isso, apesar da convocação pela internet para tirarem os sutiãs, somente umas três apareceram nas praias do Rio de Janeiro. Os marmanjões ficaram desiludidos. Parecia ser o hit: ficar com os seios à mostra no verão nas praias cariocas em 2014.

O grande hit do verão já foi escolhido. Trata-se do stand up paddle, um tipo de prancha em que a pessoa fica em pé e rema para se deslocar de um lado para outro. Não é invenção nossa, é esporte praticado no Havaí, Estados Unidos.

Só que agora é o modismo do verão deste ano. O Havaí fica bem ali. Em praias de Niterói, Búzios, no litoral do Rio e até em volta da árvore de Natal da Lagoa. Onde há um espelho d’água, é certo que haverá cariocas e turistas remando.

O esporte começou no Rio, mas já está em outras praias. É democrático. Não há limitação para idade e tipo físico. Nada disso importa. Tem espaço para todos. Melhor, tem mar para todo mundo.

De outro lado, precisa ser dito que o esporte deve ser praticado em mar manso. Caso contrário, vai tomar uns bons caldos. O treinamento costuma ser rápido e envolvente.

Praticantes

Segundo um instrutor entrevistado pelo GR, em Guarapari, litoral capixaba, o número aumenta devido a dois motivos: não precisa ter grandes habilidades; a sensação de liberdade é muito grande.

A pessoa em cima de uma prancha consegue extravasar seus problemas para o mar. Só uma coisa emperra o Stand up Paddle como um esporte de todos. O custo das pranchas é em volta de dois mil reais, sem mencionar algumas aulas para ficar por dentro.

A boa notícia fica por conta do fato de que em todas as praias tem aluguel das pranchas. Algumas aulinhas e pronto!, a imensidão do mar a sua volta. E a sensação de liberdade total.

0 0 583 06 janeiro, 2014 Esporte, Esportes Diversos, Slide janeiro 6, 2014

Sobre o autor

Dr. Stélio Leal Pessanha é médico com formação em Neurologia e Neurocirurgia e atua em consultório desde que se formou. É chefe de neurologia e neurocirurgia das cidades de Caieiras e Francisco Morato, pós-graduado em Neurologia, eletroencefalografia, eletroneuromiografia, Oto–neurologia, potencial evocado auditivo, visual e somatosensitivo. Desenvolveu e desenvolve atividades em: - clínica médica: Saúde Pública, Administração Hospitalar, Patologia Clínica, Medicina do Trabalho, Medicina do Tráfego, Didática do Ensino Superior - em comunicação: USP (Português, Inglês), Uninove (Jornalismo-Publicidade). Roteirista de rádio, teatro e TV É escritor: - “O Mestre Aprendiz de Medicina”, livro já editado que mostra a trajetória de um médico no dia a dia com pacientes no consultório, prontos-socorros e centros cirúrgicos (acesse https://www.youtube.com/watch?v=Gc0F4Z6DtUs para mais informações) - “O destino Cuspiu para o Alto”, em fase de execução, livro a respeito de membros de algumas famílias que tinham tudo para dar certo, mas trilharam o caminho do mal. Como cidadão, a rebeldia de um então jovem médico recém-formado o levou a fundar um jornal (Gazeta Regional de Caieiras e região), uma rádio (Onda FM 87.5), webTV (TV Nova Onda e está a caminho de abrir sua TV retransmissora, todos sob a égide da Associação de Mídia Comunitária, a AMIC). Todas as mídias objetivam defesa da democracia, do meio ambiente e dos direitos do que mais precisam.

Ver todos os artigos de Stelio Leal Pessanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>