DIRETORIA DA USP APROVA USO DO ENEM

O sonho de todo estudante secundarista é estudar na USP. Seja em Medicina, Engenharia, Direito ou qualquer outro curso, todos lutam como loucos para entrar na melhor universidade do país. Que me desculpem as outras, como diria um professor-doutor. A USP é a USP. O problema consiste em conseguir uma das vagas disputadas a ferro e fogo.
Qualquer um que tenha feito “escola” fora da USP, sabe muito bem do que se fala aqui. E não adianta estudar como um louco na véspera do vestibular. A USP exige muito mais do que isso. A começar por fazer boas escolas no secundário. Ter tido tempo para estudar a trabalhar. Lazer apropriado faz parte dos ingredientes necessários para abocanhar uma das vagas.
O resultado disso tudo, todo mundo sabe: A maioria das vagas fica por conta dos estudantes mais abastados financeiramente. Apenas algumas poucas exceções conseguem uma vaga oriunda de escolas particulares de todos os cantos. Ou a pessoa é um excepcional nos estudos. Mas com o tempo, a democracia chegou na Educação e na USP.
O governo inventou as cotas para todos os tipos de estudantes de classes variadas. O ponto final dessa história atende pelo nome de ENEM. Inclusive, Diretores da USP apoiam o uso desse instrumento como método alternativo ao famigerado Vestibular tradicional. Costumeiro método para privilegiar os mais ricos.
Tanto é verdade que o reitor Marco Antônio Zago se reuniu com 54 diretores para discutir o tema. E afirmou que “todos” apoiam a ideia, segundo entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Agora é esperar que a USP confirme a decisão. Assim, estudantes de todas as classes com vontade de estudar tenham a mesma chance que os filhos dos pais mais abastados.

0 0 487 27 dezembro, 2014 carousel, Educação dezembro 27, 2014

Sobre o autor

Dr. Stélio Leal Pessanha é médico com formação em Neurologia e Neurocirurgia e atua em consultório desde que se formou. É chefe de neurologia e neurocirurgia das cidades de Caieiras e Francisco Morato, pós-graduado em Neurologia, eletroencefalografia, eletroneuromiografia, Oto–neurologia, potencial evocado auditivo, visual e somatosensitivo. Desenvolveu e desenvolve atividades em: - clínica médica: Saúde Pública, Administração Hospitalar, Patologia Clínica, Medicina do Trabalho, Medicina do Tráfego, Didática do Ensino Superior - em comunicação: USP (Português, Inglês), Uninove (Jornalismo-Publicidade). Roteirista de rádio, teatro e TV É escritor: - “O Mestre Aprendiz de Medicina”, livro já editado que mostra a trajetória de um médico no dia a dia com pacientes no consultório, prontos-socorros e centros cirúrgicos (acesse https://www.youtube.com/watch?v=Gc0F4Z6DtUs para mais informações) - “O destino Cuspiu para o Alto”, em fase de execução, livro a respeito de membros de algumas famílias que tinham tudo para dar certo, mas trilharam o caminho do mal. Como cidadão, a rebeldia de um então jovem médico recém-formado o levou a fundar um jornal (Gazeta Regional de Caieiras e região), uma rádio (Onda FM 87.5), webTV (TV Nova Onda e está a caminho de abrir sua TV retransmissora, todos sob a égide da Associação de Mídia Comunitária, a AMIC). Todas as mídias objetivam defesa da democracia, do meio ambiente e dos direitos do que mais precisam.

Ver todos os artigos de Stelio Leal Pessanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>