O “Mais Médico” em Caieiras (SP)

O presidente da Câmara Municipal de Caieiras Paulão do Sítio não sai de cena. O homem público consegue mostrar aos cidadãos caieirenses por que mereceu a atenção esperada de todos para o pleito para prefeito em 2016. Por isso, seus amigos entendem a exposição demasiada em todas as mídias.

Assim, o vereador consegue surgir em todas as searas: é na saída de Caieiras para o Rodoanel (um inferno para quem deseja se locomover para fora da cidade, seja de manhã, de tarde ou de noite); na solicitação ao prefeito para fazer um minipronto-socorro na antiga UBS das Laranjeiras. Tudo com sucesso nos resultados.

Pelo que se sabe, a equipe de apoio do vereador Paulão é de fazer inveja a qualquer empresa ou mesmo de outros vereadores, pois ninguém consegue fazer sucesso sozinho. Aliás, quando o indivíduo faz muito sucesso, o realce é para a própria pessoa. Em contrapartida, se algo dá errado, a equipe é responsabilizada pelos erros.

Vamos ficar com essa teoria para justificar a pisada de bola da solicitação do parlamentar em querer incluir  a estrutura pública de Saúde da cidade no projeto federal Mais Médico. Afinal de contas, é de conhecimento de todos que, se isso ocorrer, vai mexer em casa de marimbondos. A começar pelo fato de a entrada dos supostos médicos cubanos em nossa cidade vir na contramão do que as entidades médicos pensam a respeito do projeto de Saúde federal. Associe-se ainda que os salários pagos são quase quatro vezes o que um médico da prefeitura ganha por mês. Pior ainda, os médicos do projeto da presidenta Dilma não têm desconto algum em seus holerites.

Além do mais, o vereador Paulão, com essa atitude, vira as costas com os problemas reais da Saúde pública caieirense. E leva de graça a antipatia da classe médica, de que não precisa. Mas, como o vereador Paulão do Sítio é uma pessoa do povo, podemos dizer que está sendo mal orientado no assunto por seu grupo de apoio. Tem tempo de refletir na besteira divulgada na mídia impressa. Além disso, poderá ver o que vai ocorrer na campanha eleitoral para governador, com o pai desse projeto de mau gosto, o candidato Antonio Padilha.

Resta ao vereador Paulão tomar mais cuidado quando entrar na seara do trabalho médico ou da enfermagem: conversar com a categoria a respeito do assunto. Caso contrário, os profissionais podem formar uma opinião não muito favorável a uma personalidade tão prefeiturável como ele.

jornalista Stélio L. Pessanha

jornalista Stélio L. Pessanha

0 0 798 22 maio, 2014 Editoriais, Slide maio 22, 2014

Sobre o autor

Dr. Stélio Leal Pessanha é médico com formação em Neurologia e Neurocirurgia e atua em consultório desde que se formou. É chefe de neurologia e neurocirurgia das cidades de Caieiras e Francisco Morato, pós-graduado em Neurologia, eletroencefalografia, eletroneuromiografia, Oto–neurologia, potencial evocado auditivo, visual e somatosensitivo. Desenvolveu e desenvolve atividades em: - clínica médica: Saúde Pública, Administração Hospitalar, Patologia Clínica, Medicina do Trabalho, Medicina do Tráfego, Didática do Ensino Superior - em comunicação: USP (Português, Inglês), Uninove (Jornalismo-Publicidade). Roteirista de rádio, teatro e TV É escritor: - “O Mestre Aprendiz de Medicina”, livro já editado que mostra a trajetória de um médico no dia a dia com pacientes no consultório, prontos-socorros e centros cirúrgicos (acesse https://www.youtube.com/watch?v=Gc0F4Z6DtUs para mais informações) - “O destino Cuspiu para o Alto”, em fase de execução, livro a respeito de membros de algumas famílias que tinham tudo para dar certo, mas trilharam o caminho do mal. Como cidadão, a rebeldia de um então jovem médico recém-formado o levou a fundar um jornal (Gazeta Regional de Caieiras e região), uma rádio (Onda FM 87.5), webTV (TV Nova Onda e está a caminho de abrir sua TV retransmissora, todos sob a égide da Associação de Mídia Comunitária, a AMIC). Todas as mídias objetivam defesa da democracia, do meio ambiente e dos direitos do que mais precisam.

Ver todos os artigos de Stelio Leal Pessanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>